Próximo

Nossa história

16 de janeiro de 2018

Tags: , , , , ,

Quem acompanha nosso trabalho sabe o quanto amamos marcas autorais e feirinhas que dão espaço ao pequeno produtor. Hoje, para inaugurarmos nosso blog, vamos contar como surgiu o interesse em incentivar o consumo do pequeno produtor e a importância que existe neste movimento
Aqui na Pivo somos uma equipe de três amigos com algo em comum: tínhamos pequenas marcas de produção artesanal (sim, já fomos expositores!); Isa e Bruno confeccionavam cadernos e Bea almofadas. O gosto em participar de feirinhas era mútuo, assim como as dificuldades em encontrá-las. Da necessidade surgiu a ideia de reunirmos informações das feirinhas e bazares que estão rolando e contribuirmos para que mais eventos, que dão espaços ao produtor artesanal, cresçam!

Em outubro de 2016, começamos a planejar o que desenvolveríamos com a Pivo, a fim de conectar marcas autorais aos organizadores das feiras. Iniciamos com a criação do nosso perfil @na.pivo no Instagram para registrar as feirinhas e a produção dos expositores que encontramos. O resultado disso vem sendo incrível! Nos aproximamos dos expositores e organizadores, compartilhamos ideias inovadoras que vamos conhecendo nas visitas às feiras e construímos nosso site com um calendário das feiras e bazares que sabemos que vão rolar.

Aprendemos muito sobre as dificuldades que expositores e organizadores passam ao longo de todo o processo de criação, inscrição e participação das feiras. E não paramos! Continuamos aprendendo junto com vocês a respeito deste universo handmade. Para isso, além de construir ferramentas que facilitem a gestão das feiras e dos portfólios das marcas autorais (em breve hein), queremos trazer conteúdos relevantes para vocês e empoderar o máximo de pessoas sobre o consumo local e do pequeno empreendedor!
E por que comprar de quem faz? Nós te damos alguns motivos! Você:

1. Adquire produtos exclusivos

Muitas marcas desenvolvem seus produtos sob medida ou fazem peças únicas, seja por utilizarem materiais que não possam ser reproduzidos, como cristais brutos e madeira de móveis antigos, seja pelo valor da marca estar na pequena confecção. Imagina que incrível ter aquele acessório só seu e do seu jeitinho? A maioria dos artesãos são super dispostos a confeccionar algo exclusivo para você e estão sempre abertos a negociação.

 

2. Aquece a economia local

Comprando de quem faz, o dinheiro vai diretamente para a pessoa que produziu determinado produto. Isso aquece a economia do seu bairro, cidade e país! E você ainda colabora com a distribuição da renda, dando oportunidade de crescimento para quem ainda está só começando.

 

3. Incentiva os pequenos produtores

Cada produtor tem sua história e suas motivações que os levaram a criarem suas marcas autorais. Amam o que fazem e muitas vezes complementam a renda com aquele trabalho ou até vivem exclusivamente daquilo. Você compra algo feito com muito amor e ainda apoia os sonhos dessas pessoas. É uma forma linda de valorizar o trabalho do artesão!

 

4. Conhece a origem do produto

Você tem a oportunidade de conversar presencialmente com o produtor e ouvir a sua história e a da marca. Entender como aquele produto é desenvolvido, e compreender o valor que o artesão coloca nas suas peças, te traz conforto e carinho ao adquirir qualquer produto artesanal. Você conhece a história por trás daquela marca.

 

5. Consome qualidade

Os produtores criam tudo com tanto carinho que se preocupam com cada detalhe dos seus produtos. A matéria prima utilizada tem muita qualidade e por isso mais durabilidade. Alguns são bastante ecológicos, pois trabalham reutilizando materiais e ressignificando peças antigas. São muitos produtos inovadores, criativos e que carregam grandes valores e sonhos ?
Vem com a gente construir uma rede linda de apoio ao pequeno produtor, artesão, artista e criativo! Acesse nosso calendário aqui para ficar sabendo das próximas feirinhas que vão rolar.

2 respostas para “Nossa história”

  1. Sonia Cirino disse:

    Muito legal ❣
    O exposto reflete com exatidão como desenvolvo meus projetos autorais.
    Nunca participei de feiras com minha linha de produtos atuais. Já fiz num passado distante com outro segmento de artesanato.
    Tenho planos para isto.
    É uma meta que tracei para 2018
    Parabéns ❣

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.